Serviço de psicologia do Hospital Yutaka Takeda alerta para cuidado da saúde emocional

Para alertar sobre a importância de identificar as emoções básicas sentidas por cada indivíduo, o serviço de psicologia do Hospital Yutaka Takeda (HYT), gerenciado pela Pró-Saúde em Parauapebas (PA), levou informações sobre os cuidados com saúde emocional para colaboradores da mineradora Vale, na Serra dos Carajás. A ação aconteceu nesta quinta-feira (29/1), em alusão ao Janeiro Branco.

Na ocasião, a psicóloga clínica do HYT, Andreza Oliveira, explicou o objetivo da campanha Janeiro Branco: ligar o bem-estar emocional ao físico, para construir uma cultura de cuidado com saúde mental. Além disso, ela abordou as cinco emoções básicas presente em cada indivíduo: amor, alegria, raiva, medo e tristeza.

“A campanha nos faz um convite para refletir e identificar as nossas emoções e, assim, ter mais domínio sobre a nossa saúde mental. O objetivo é buscar estratégias funcionais para se manter saudável e evitar o adoecimento da mente e do corpo”, relatou Andreza.

A profissional destacou ainda, que o amor e a alegria são emoções que devem ser compartilhadas, a raiva precisa ser canalizada e a tristeza esvaziada. Além disso, para lidar com o medo, a estratégia é buscar a informação e o enfrentamento.

Durante a palestra, a psicóloga detalhou também como lidar com as emoções agradáveis e desagradáveis, frisando que não há emoções boas ou ruins. Todas elas têm a sua função no funcionamento de cada sujeito.

A supervisora de controle técnico operacional, Vânia Magalhães, que se declarou ser uma pessoa ansiosa, elogiou a ação e ficou atenta às orientações. “As dicas foram muito importantes, principalmente, quando foi falado sobre os sonhos e a importância em estabelecer metas para alcançá-los”, comentou.

Para finalizar a programação especial da unidade, foi realizada a dinâmica “Balões das Emoções”. A atividade teve como objetivo trabalhar a identificação das emoções e formas de enfrentamento. Ao encher o primeiro balão os participantes tinham que visualizar um medo e enfrentá-lo, já no segundo balão, eles precisavam visualizar algo bom para doar ao colega de trabalho, e no último, a proposta foi mentalizar um sonho e cuidar bem dele.

O Hospital
O Hospital Yutaka Takeda foi construído pela Vale em 1986 e é gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar desde 1997.
A unidade possui importantes certificações, a de Hospital Acreditado Pleno – Nível 2, reconhecimento concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), que avalia a qualidade, segurança e gestão integrada. E foi o primeiro Hospital no Brasil certificado pelo Programa de Qualidade (PNQ) do Conselho Federal de Enfermagem (COFEN), que reconhece a qualidade da assistência da instituição.
Entre as conquistas de destaque da unidade também está o selo “Green Kitchen”, concedido pela Fundação para a Pesquisa em Arquitetura e Ambiente (Fupam); e o recebimento de placa de reconhecimento pela participação no Desafio Resíduo, da Rede Global de Hospitais Verdes e Saudáveis (_Global Green and Healthy Hospitals – GGHH_).

Sobre a Pró-Saúde
A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade. Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 23 cidades de 12 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.

A criação da Pró-Saúde fez parte de um movimento que estava à frente de seu tempo: a profissionalização da ação beneficente na saúde, um passo necessário para a melhoria da qualidade do atendimento aos pacientes que não podiam pagar pelo serviço. O padre Niversindo Antônio Cherubin, defensor da gestão profissional da saúde e também pioneiro na criação de cursos de Administração Hospitalar no País, foi o primeiro presidente da instituição.