Hospital Yutaka Takeda recebe indicação para certificação ONA 3

Com três décadas de importantes serviços prestados para a população na região da Serra dos Carajás, em Parauapebas (PA), o Hospital Yutaka Takeda (HYT), deu um importante passo rumo ao mais alto nível de qualidade do País, a certificação ONA 3 – Acreditado com Excelência, concedida pela Organização Nacional de Acreditação (ONA). Após auditoria, o HYT, que já possui o certificado ONA 2 Acreditado Pleno, conquistado em 2018, aguarda agora a confirmação do resultado alcançado.

Gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, o hospital passou por uma rigorosa auditoria que foi realizada pela equipe da Fundação Vanzolini. Agora, a unidade aguarda a homologação oficial do resultado. Ao todo, durante a inspeção foram aferidos 48 processos de gestão para verificar se as áreas de apoio, assistencial e gerencial cumprem as exigências obrigatórias que garantem aos pacientes padrões de qualidade e segurança assistencial.

A auditoria também avaliou se o hospital promove gestão integrada e desenvolve uma cultura organizacional que estimule a melhoria contínua da instituição. Atualmente, o Hospital Yutaka Takeda oferece 37 leitos em estruturas modernas com pronto-socorro 24 horas e 20 especialidades médicas. No total, cerca de 350 profissionais atuam no hospital.

No encerramento da visita de avaliação, a auditora da Fundação Vanzolini Claudia Akkari, destacou os principais pontos fortes da instituição e elogiou o empenho de todos os colaboradores em prestar uma assistência de qualidade em uma área remota. “A avaliação é objetiva e nós, como auditoras, só colaboramos para inserir as instituições que cumprem os requisitos da instituição acreditadora”, declarou.

Avanço na certificação
Além da certificação ONA 2, o Yutaka Takeda foi o primeiro hospital no Brasil certificado pelo Programa Nacional de Qualidade (PNQ) do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), que certifica a qualidade da assistência da instituição.

A auditora interna do HYT, Socorro Rezende, acompanhou todo o processo de avaliação e explica que a equipe da unidade estava empenhada em apresentar resultados e melhorias em seus processos. “Cada área mostrou com afinco o seu desenvolvimento, apresentando a evolução de ações para agregar valor aos nossos pacientes”, disse.

Sobre o Hospital Yutaka Takeda
O Hospital Yutaka Takeda foi construído em 1986 pela mineradora Vale e é administrado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar desde 1997.

A unidade possui ambulatório para consultas eletivas em 20 especialidades médicas, Pronto-Socorro 24h e 37 leitos distribuídos em enfermarias, apartamentos individuais, isolamento e assistência semi-intensiva adulto e neonatal. Conta ainda com centro cirúrgico com três salas cirúrgicas, sala de pré-parto e três leitos de recuperação pós-anestésica, além de Serviço de Auxílio Diagnóstico e Terapia e Serviço de Medicina do Trabalho.

Entre as conquistas de destaque da unidade estão o certificado do Programa Nacional de Qualidade (PNQ) do Conselho Federal de Enfermagem (COFEN), que reconhece a qualidade da assistência da instituição; o selo “Green Kitchen”, concedido pela Fundação para a Pesquisa em Arquitetura e Ambiente (Fupam); e o recebimento de placa de reconhecimento pela participação no Desafio Resíduo, da Rede Global de Hospitais Verdes e Saudáveis (_Global Green and Healthy Hospitals – GGHH_).

Sobre a Pró-Saúde
A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade. Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 22 cidades de 12 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.

A criação da Pró-Saúde fez parte de um movimento que estava à frente de seu tempo: a profissionalização da ação beneficente na saúde, um passo necessário para a melhoria da qualidade do atendimento aos pacientes que não podiam pagar pelo serviço. O padre Niversindo Antônio Cherubin, defensora gestão profissional da saúde e também pioneiro na criação de cursos de Administração Hospitalar no País, foi o primeiro presidente da instituição.