Colaboradores são capacitados sobre aleitamento materno e fórmulas infantis

Para ampliar a qualidade da assistência e a segurança do paciente, o Hospital Yutaka Takeda (HYT), localizado na Serra de Carajás, em Parauapebas (PA), orientou médicos, assistentes sociais, nutricionistas, farmacêuticos e enfermeiros sobre a importância da amamentação e a prescrição e padronização de fórmulas lácteas. As informações foram repassadas pela nutricionista Milena Morais.

Segundo ela, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que, até o sexto mês de vida, o leite materno seja a única alimentação do bebê, podendo ser mantido como parte da dieta até os dois anos de idade ou mais. No entanto, dependendo da saúde da criança, há casos em que é necessário substituir o leite da mãe por fórmulas infantis, as quais devem ser usadas somente sob orientação de profissionais como médicos e nutricionistas.

”É muito importante para nós trazer evidências científicas a respeito do leite materno, que é o padrão ouro para a alimentação da criança até os seis meses de vida e, ao mesmo tempo, falar que as fórmulas infantis, na inviabilidade do aleitamento materno, conseguem atender da melhor forma possível essas crianças”, relatou a nutricionista externa.

Unidade

Construído pela Vale há 31 anos, o Hospital Yutaka Takeda é administrado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar e tem capacidade para atender casos de até média complexidade.