Hospital Yutaka Takeda faz alusão ao Setembro Amarelo em desfile cívico na Serra dos Carajás

O Hospital Yutaka Takeda (HYT) situado na cidade de Parauapebas(PA), participou do desfile cívico em comemoração ao dia da pátria na Serra dos Carajás, no último sábado 31/8. O pelotão da unidade contou com a presença de colaboradores, familiares dos profissionais e participantes do programa de qualidade de vida do HYT, o “Carajás com Saúde”.

Durante o desfile, a equipe do hospital levou cartazes com mensagens positivas de valorização a vida, em alusão ao Setembro Amarelo, que é o mês de prevenção ao suicídio.

A Analista de Recursos Humanos do HYT Lorena Lopes, declarou que o tema levado pela unidade, o Setembro Amarelo, teve como intenção chamar a atenção da comunidade local para o tema, já que por muitas vezes é tratado como tabu, sendo que a melhor forma de prevenção é falar, podendo ser com pessoas em risco ou não.

“A ideia da ação para o desfile foi provocar nos colaboradores a reflexão sobre o assunto, para que os mesmo pudessem expressar através de desenhos e frases seu sentimento sobre o assunto”, contou Lorena.

Além do Setembro Amarelo, o hospital também destacou a sua atuação preventiva na comunidade com o programa “Carajás com Saúde” que incentiva a prática da atividade física. O programa acontece semanalmente, e é ofertado de forma gratuita aos residentes de Carajás.

Desfile

O tradicional evento, tem o intuito de celebrar o Dia da Independência do Brasil, comemorado em 7/9. A ação é promovida, anualmente, por meio da parceria da Vale com várias empresas que atuam na Serra dos Carajás. Sendo organizado por grupos representados pelos trabalhadores de cada instituição, que são convidados para marchar na rua principal do núcleo urbano.

Hospital

O Hospital Yutaka Takeda foi construído pela Vale em 1986 e é gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar desde 1997. Possui ambulatório para consultas eletivas com 20 especialidades médicas, Pronto-Socorro 24h, acomodações de internação com 16 leitos de enfermarias, 17 leitos de apartamentos individuais, um leito de isolamento, um leito de assistência semi-intensiva e dois leitos de assistência semi-intensiva neonatal, com um total de 37 leitos. Além disso, possui centro cirúrgico com três salas cirúrgicas, uma sala de pré-parto e três leitos de recuperação pós-anestésica, Serviço de Auxílio Diagnóstico e Terapia e Serviço de Medicina do Trabalho.

A Unidade possui importantes certificações, a de Hospital Acreditado Pleno – Nível 2, reconhecimento concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), que avalia a qualidade, segurança e gestão integrada. E foi o primeiro Hospital no Brasil certificado pelo Programa de Qualidade (PNQ) do Conselho Federal de Enfermagem (COFEN), que reconhece a qualidade da assistência da instituição. Além disso, recentemente o Hospital foi certificado com o selo “Green Kitchen”, concedido pela Fundação para a Pesquisa em Arquitetura e Ambiente (Fupam), em reconhecimento às boas práticas adotadas na cozinha do hospital.

 Sobre a Pró-Saúde

A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade. Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 23 cidades de 11 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.

A criação da Pró-Saúde fez parte de um movimento que estava à frente de seu tempo: a profissionalização da ação beneficente na saúde, um passo necessário para a melhoria da qualidade do atendimento aos pacientes que não podiam pagar pelo serviço. O padre Niversindo Antônio Cherubin, defensor da gestão profissional da saúde e também pioneiro na criação de cursos de Administração Hospitalar no País, foi o primeiro presidente da instituição.