Hospital Yutaka Takeda realiza orientações sobre amamentação no Agosto Dourado

O Hospital Yutaka Takeda (HYT), em Parauapebas (PA), gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, realizou na tarde desta terça-feira (20) uma ação especial para abordar os mitos e verdades sobre a amamentação.

A ação em alusão ao Agosto Dourado, teve como objetivo conscientizar pais e familiares sobre o seu papel no apoio ao aleitamento materno, criando um ambiente que permita à mãe manter a amamentação como fonte exclusiva de nutrição nos primeiros seis meses de vida e como fonte complementar até os dois anos de idade.

Durante a programação a enfermeira do HYT Priscila Rodovalho, que também é presidente da Comissão de Aleitamento Materno da instituição, levou o painel itinerante de mitos e verdade sobre a amamentação, para o ambulatório do hospital para orientar de forma lúdica as mães, pais e familiares que estavam na recepção.

Segundo a enfermeira, além de incentivar o aleitamento materno exclusivo na mãe, a iniciativa também alertou sobre a importância do pai e da família no período da lactação. “Reforçamos a inserção do pai nesse processo, onde ele não participa só das consultas, mas contribui no apoio a amamentação, falamos sobre a composição do leito materno, pega ideal e posições para amamentar”, disse Priscila.

Na ocasião o mito de que o colostro, leite de baixo volume dos primeiros dias de amamentação pós-parto, não é o suficiente nos primeiros cinco dias de vida do bebê, foi desmistificado. Esse alimento é rico em nutrientes e proteínas essências para o recém-nascido.

Além disso, uma verdade que foi reforçada e comprovada é o risco de contaminação por meio da amamentação cruzada. “O ministério da saúde tem alertado bastante a população para essa situação, pois algumas mulheres ainda consideram comum essa prática”, comentou a enfermeira.

Mãe de primeira viagem, a engenheira ambiental Carielle Ferro, que já está na reta final para ganhar o seu bebê, ao ver o movimento na recepção do hospital, se interessou pelo assunto e resolveu participar da dinâmica. “Gostei bastante, foi bem interessante e esclarecedor. Diversas pessoas falam várias coisas e ficamos cheias de dúvidas, mas hoje várias delas foram sanadas, como a sobre a pega, que a gente sempre acha que vai doer, mas fazendo corretamente não tem dor”, declarou Carielle.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o aleitamento materno é a forma ideal de fornecer às crianças os nutrientes que necessitam para um desenvolvimento saudável.

Sabendo da importância da amamentação exclusiva, o Hospital Yutaka Takeda possui uma Comissão Interna de Apoio e Incentivo de Aleitamento Materno (CIAAM), que realiza orientações diárias e acompanhamento até a alta da puérpera, além de aderir anualmente ao movimento Agosto Dourado. As gestantes também são orientadas no ambulatório a realizarem a consulta médica com o pediatra antes do nascimento do bebê.

Hospital
O Hospital Yutaka Takeda foi construído pela Vale em 1986 e é gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar desde 1997. Possui ambulatório para consultas eletivas com 20 especialidades médicas, Pronto-Socorro 24h, acomodações de internação com 16 leitos de enfermarias, 17 leitos de apartamentos individuais, um leito de isolamento, um leito de assistência semi-intensiva e dois leitos de assistência semi-intensiva neonatal, com um total de 37 leitos. Além disso, possui centro cirúrgico com três salas cirúrgicas, uma sala de pré-parto e três leitos de recuperação pós-anestésica, Serviço de Auxílio Diagnóstico e Terapia e Serviço de Medicina do Trabalho.

A Unidade possui importantes certificações, a de Hospital Acreditado Pleno – Nível 2, reconhecimento concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), que avalia a qualidade, segurança e gestão integrada. E foi o primeiro Hospital no Brasil certificado pelo Programa de Qualidade (PNQ) do Conselho Federal de Enfermagem (COFEN), que reconhece a qualidade da assistência da instituição. Além disso, recentemente o Hospital foi certificado com o selo “Green Kitchen”, concedido pela Fundação para a Pesquisa em Arquitetura e Ambiente (Fupam), em reconhecimento às boas práticas adotadas na cozinha do hospital.

Sobre a Pró-Saúde
A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade. Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 23 cidades de 11 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.

A criação da Pró-Saúde fez parte de um movimento que estava à frente de seu tempo: a profissionalização da ação beneficente na saúde, um passo necessário para a melhoria da qualidade do atendimento aos pacientes que não podiam pagar pelo serviço. O padre Niversindo Antônio Cherubin, defensor da gestão profissional da saúde e também pioneiro na criação de cursos de Administração Hospitalar no País, foi o primeiro presidente da instituição.